HOME
 
O GRAL
 
PRODUTOS
 
ENVIE SUA RECEITA
 
ATENDIMENTO
 
 
 
CANAL DA SAÚDE
 
 
Intestino preso, o que fazer? GO OUTSIDE
Intestino preso, o que fazer?

Se você vive com o intestino preso e não sabe o que fazer, a primeira dica é: não corte calorias demais da dieta.

Todo mundo que treina sabe que o que você come tem um impacto óbvio na saúde do seu intestino, mas a quantidade que você consome também pode ser um fator, de acordo com um novo estudo na revista Nature. Acontece que mais é realmente melhor.

Os pesquisadores estudaram 80 mulheres mais velhas cujo peso variava de um pouco acima do peso a gravemente obesas, e as dividiram em dois grupos por 16 semanas. Metade dos participantes seguiu um plano alimentar de substituição de refeição por shakes supervisionado por um médico que totalizava cerca de 800 calorias por dia.

A outra metade era um grupo de controle que manteve seus hábitos alimentares de sempre e manteve o mesmo peso durante aqueles meses. A análise das bactérias intestinais foi feita para todos os participantes antes e depois do período de estudo.

Após quatro meses, o número e o tipo de microrganismos no grupo de controle eram os mesmos do início. Mas houve mudanças significativas e problemáticas para o grupo da dieta de baixa caloria.

Para os participantes do grupo de baixa caloria, as bactérias se adaptaram para absorver mais moléculas de açúcar como forma de sobreviver, criando um desequilíbrio que promoveu o aumento de cepas bacterianas nocivas. Houve um aumento particularmente grande em um tipo denominado Clostridioides difficile, que pode causar diarreia e colite (inflamação do revestimento interno do cólon). Essa bactéria pode se tornar crônica mesmo quando tratada regularmente.

Este efeito da alimentação com baixo teor calórico não é surpreendente, na verdade. Já se sabe que a quantidade de comida que consumimos é parte do que mantém as bactérias intestinais benéficas nutridas. O tipo e a quantidade de alimentos que consumimos também alimentam nossas bactérias intestinais, razão pela qual nossa dieta desempenha um papel tão importante na composição e na saúde de nosso microbioma intestinal. Então, se você tem problema de intestino preso e não sabe o que fazer, dietas radicais só vão piorar as coisas no longo prazo.

Embora a recuperação de peso não tenha feito parte do estudo, pesquisas anteriores destacam que também pode ser um grande problema. Quando você perde peso rapidamente – o que pode acontecer quando você corta calorias – e depois ganha esse peso de volta depois de retornar a uma quantidade de calorias mais sustentável, esses quilos não são compostos da mesma maneira.

O que você perde é um pouco de gordura e massa muscular, mas o que você ganha de volta tende a ser principalmente gordura. O efeito sanfona pode ser problemático para a composição corporal porque você continuará perdendo massa muscular cada vez que emagrece.

Obviamente, 800 calorias por dia está longe de ser suficiente, especialmente se você for uma pessoa ativa. Mas de quanto você realmente precisa? Mesmo 1.500 calorias diárias pode ser pouco demais se você treina.

O número exato dependa de vários fatores, incluindo sexo, idade, peso e níveis de atividade. para manter seu peso, homens ativos devem consumir até 3.000 calorias por dia, enquanto mulheres ativas devem consumir até 2.400 calorias por dia, de acordo com a edição 2015-2020 das Dietary Guidelines for Americans. Na dúvida, procure um nutricionista para determinar seu metabolismo basal, descobrir quantas calorias você consome por dia e fixar uma restrição calórica diária que seja saudável mas efetiva para a perda de peso.
 
 
 
Cadastre seu celular e
receba ofertas exclusivas!
     
 
   
 
HOME
 
O GRAL
 
PRODUTOS
Saúde e Bem-estar
Nutrição e Fitness
Beleza e Estética
Marcas em Destaque
 
 
 
ENVIE SUA RECEITA
 
ATENDIMENTO
 
 
 
(48) 3433-5707
 
Rua Coronel Pedro Benedet, 350 Sl. 5
Centro | Criciúma - SC
 
Segunda à sexta, das 8h30 às 18h
Sábado, das 9h às 12h
 
contato@ogral.com.br
         
 
 
 
       
 
Razão Social: FARMACIA FIANI BACILA LTDA | CNPJ: 82.698.325/0001-54 | AFE: 7.36007.3 | AE: 1.34416.4
Farmacêutica Responsável: Dra Caroline Casagrande | CRF/SC: 8000 | Dra Gabriela Colombo | CRF/SC: 11203
Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados
Produzido por FrameSet